top of page
  • Muller Silva

CDHEP fortalece trabalho pastoral através das Escolas de Perdão e Reconciliação (ESPERE)

Formação em habilidades emocionais para a instituição de acolhimento Recanto Feliz no município de Aracruz, Espirito Santo

Na semana do dia 22 a 26 de novembro de 2021 as facilitadoras Martina Gonzalez e Petronella Boonen trabalharam com 36 funcionárias e funcionários da instituição de acolhimento Recanto Feliz, Guaraná, Município de Aracruz / ES. Durante o período mais agudo da pandemia, devido à necessidade de prevenção, houve redução dos espaços de convivência e atividades escolares, esportivas, dentre outras. Este isolamento ocasionou em uma sobrecarga emocional das crianças, jovens e educadoras.  A formação oferecida teve por objetivo ajudar as trabalhadoras e trabalhadores a lidarem melhor com essa sobrecarga.


Martina e Petronella contam que as educadoras e educadores estavam muito cansados. Somaram-se à essa situação profissional, a insegurança de empregos e infecções com COVID-19 de diversos membros da família. O trauma de mortes pré-maturas, seja pela pandemia ou homicídios, foram temas que surgiram ao longo das atividades.

Por meio de psicodrama; expressões com argila; desenhos; exercícios físicos; partilhas; leituras; exercícios de respiração e algumas exposições teóricas foi possível oferecer ferramentas para as pessoas acessarem seus sentimentos e expressá-los. Grande parte das metodologias utilizadas foram inspiradas pela Escola de Perdão e Reconciliação – ESPERE – metodologia de educação popular desenvolvida na Colômbia e articulada pela Rede ESPERE no Brasil.

0 visualização0 comentário

Receba novidades por email

Obrigado pelo envio!

logo-home.png
bottom of page