top of page
  • comunicacao6949

Inscreva-se no Encontro Estadual “Sementes de Proteção de Defensores/as de Direitos Humanos –

As oficinas são gratuitas e serão realizadas em três encontros presenciais nos dias 13, 20 de agosto e 03 de setembro, sábados, das 09 às 16h30 na sede do CDHEP

O CDHEP realiza no âmbito do Projeto Sementes de Proteção de Defensores/as de Direitos Humanos o Encontro Estadual “Sementes de Proteção de Defensores/as de Direitos Humanos – Proteção Popular, Organização e Atuação em Rede no estado de São Paulo”.  O objetivo principal do encontro é colaborar na capilarização da metodologia de proteção popular de defensores/as de direitos humanos no território no Estado de São Paulo, além de contribuir para o fortalecimento da atuação em rede e aprofundar o engajamento das diversas individualidades e coletividades que realizam a defesa de Direitos Humanos.  

Podem participar da formação defensores/as de direitos humanos, ativistas, lideranças, advogados/as populares, membros/as de coletivos, de movimentos sociais, de redes e de organizações que se dediquem à promoção e defesa dos direitos humanos, em contexto urbano e rural no Estado de São Paulo. Será disponibilizado, a quem indicar a necessidade, um apoio financeiro para deslocamento. 

Dias e horários: 

O ciclo de oficinas acontecerá nos dias 13/08, 20/08 e 03/09, sábados, das 09h00 às 16h30.  (haverá emissão de certificado de participação para aqueles/as que comparecerem aos três encontros).

Local:

A formação será realizada no formato presencial com 3 encontros na sede do CDHEP, localizada na R. Luís da Fonseca Galvão, 180 – Parque Maria Helena, São Paulo – SP, próximo ao metrô Capão Redondo.

Inscrições: 

As inscrições podem ser feitas a partir do dia 18/07, por meio do preenchimento do formulário neste link

 

Programação e Convidados: 

[13/Agosto]

9h30 | Abertura: Sentidos da Proteção Popular de Defensores e defensoras de Direitos Humanos

Mariana Pasqual Marques Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Limpo (CDHEP)

10h30 | Diálogo 1: Análise de conjuntura dialogada Desafios para os tempos atuais

Eliane Martins Movimento Brasil Popular e Movimento de Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos – MTD

14h | Diálogo 2: Gerando Proteção Popular Movimentos Populares em Ação

José Adão de Oliveira Movimento Negro Unificado (MNU)

Luana de Oliveira Rede de Mulheres Periferia Segue Sangrando e Rede de Proteção e Resistência Contra o Genocídio

Márcio Bhering Rede de Proteção e Resistência Contra o Genocídio

Luis Galeão Instituto de Psicologia da USP e Fórum em Defesa da Vida 

Maria dos Anjos Pires da Silva Fórum em Defesa da Vida e Fórum Fundos das Águas

[20/Agosto]

9h30 | Diálogo 3: Gerando Proteção Popular Movimentos de Mães em Ação

Débora Maria da Silva Movimento Mães de Maio

Maria Cristina Quirino Portugal Movimento de Mães de Paraisópolis

Solange Oliveira Mães em Luto da Zona Leste 

Zilda Maria de Paula Mães de Osasco-Barueri 

Mediação: Agnes Karoline de Farias Castro Promotoras Legais Populares dos Pimentas – Guarulhos

14h | Diálogo 4: Gerando Proteção Popular Lutas urbanas e do campesinato

Cláudia Garcez Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Casa Tereza de Benguela e Coletivo Mulheres em Movimento, coletivo de mulheres do MTST

Clodoaldo Cajado Verde e Água Sustentabilidade

Edna Matos Associação Povo em Ação Vida Sustentável

Andrelina Vieira Quinto Comissão Pastoral da Terra – CPT 

[03/Setembro]

9h30 | Diálogo 5: Gerando Proteção Popular Ancestralidade e resistência 

Jaciara Augusto Martim Terra Indígena do Jaraguá – Aldeia Tekoa Pyau

Neimar Lourenço Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos – CONAQ

Mediação: Fabiana Ivo A BANCA

14h | Diálogo 6: Gerando Proteção Popular Luta contra a invisibilidade 

Andreza do Carmo Projeto Rede Rua 

Intervenções Culturais

Poesia [13/08]

Agnes Roldán pesquisadora voluntária da Coletiva Jovem, Rede Ubuntu – Educação Popular, colunista no Desenrola E Não Me Enrola, organizadora do Sarau Apoema (Jardim Ângela) e atuante em outras organizações de terceiro setor da periferia da Zona Sul de São Paulo.

Teatro [13/08]

Daniela Garcia Psicóloga, educadora popular e que trabalha com Teatro do Oprimido.

Capoeira [20/08]

Alcides de Lima mestre de capoeira, presidente e fundador do CEACA (Centro de Estudos e Aplicação da Capoeira), representante Nacional dos Grios da Tradição Oral e Presidente do Fórum para as Culturas Populares e Tradicionais (FCPT)

Música [03/09]

MC Xondaro Grupo de Rap Oz Guarani I Terra Indígena Jaraguá Aldeia Pyau

 

Organização Promotora: Centro de Direitos Humanos e Educação Popular e Direitos Humanos de Campo Limpo/ CDHEP

Organizações Nacionais: SMDH, MNDH ABONG, WWB, CPT, CIMI, AMDH e ABGLT

Co-Financiamento: União Europeia (Projeto Sementes) e Misereor (Projeto Defendendo Vidas)

__

Saiba mais sobre o projeto: https://sementesdeprotecao.org.br/

4 visualizações0 comentário

コメント


Receba novidades por email

Obrigado pelo envio!

logo-home.png
bottom of page