top of page
  • comunicacao6949

NOTA PÚBLICA: Ditadura e fascismo nunca mais!

CDHEP integra frente nacional pela democracia. Ditadura e fascismo nunca mais!

O Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Limpo integra a frente que se forma no Brasil em defesa da democracia e dos Direitos Humanos. Estamos vivendo um impasse eleitoral e muitas pessoas aparentemente estão dispostas a abrir mão dos princípios democráticos – certamente, porém, sem saber o real significado dessa escolha.

Nenhum contexto ou argumento pode justificar a defesa da tortura, das execuções extrajudiciais e das inúmeras abordagens violentas contra a população LGBTQI+ que estamos assistindo diariamente nesse país. Circula nas redes sociais, para quem quiser ver e crer, um vídeo dos defensores do ódio e do racismo distribuindo capim para negros e nordestinos, fotos de armas ao lado de urnas eleitorais e jovem com a cabeça sangrando depois de inúmeros golpes de garrafa de vidro, dentre outras barbáries.

A percepção de que o Brasil é um país corrupto está correta. Ela não é exclusividade de um partido político e é preciso uma reforma política urgente. Essa reforma, contudo, deve acontecer dentro dos princípios democráticos. A atual destruição da Constituição Federal de 1988 também significará o desmonte dos nossos Direitos Humanos, que também, é verdade, precisam se efetivar na prática principalmente para os/as mais pobres e periféricos.

O CDHEP atua desde a sua fundação com o tema da violência, do acesso à justiça, da educação popular e da Justiça Restaurativa. A nossa tarefa é denunciar e desconstruir esse Estado penal que quer se anunciar como a única possibilidade de se instaurar o justo num país tão desigual como o nosso. Não é verdade, há outra possibilidade e ela passa pelo fortalecimento dos movimentos, coletivos, pelo direito à voz e a vida da pluralidade da nossa existência. Se há algo que nos constitui como humanos é exatamente a fragilidade, a pluralidade e a conexão.

A Justiça Restaurativa, campo de atuação do CDHEP, já nos ensinou que a cultura punitiva na qual estamos imersos gera mais ódio e violência e, sim, ela é funcional para uma elite que produz e comercializa armas, para o agronegócio que exterminar camponeses, dentre outros.

Pelo direito à vida e pela dignidade humana! Democracia participativa e popular hoje e sempre.

Vamos juntos e juntas!

3 visualizações0 comentário

Comments


Receba novidades por email

Obrigado pelo envio!

logo-home.png
bottom of page