top of page
banner-conteudos_edited.jpg

Acesse todos materiais produzidos pelo CDHEP de forma gratuita

Conteúdos para Baixar

O CDHEP – Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Limpo é uma organização não governamental que tem como objetivo promover estratégias de formação, articulação, comunicação e incidência em políticas públicas para prevenir e superar as diversas formas de violência existentes nas periferias.

direitos-humanos-baixada-santista-IMPRENSA_Página_01.png

Relatório de Monitoramento de Violação de Direitos Humanos na Baixada Santista

Durante a Segunda Fase da Operação Escudo

Este relatório aponta violações de direitos humanos provocadas por agentes estatais no âmbito da segunda fase da Operação Escudo, também nomeada de Operação Verão, na Baixada Santista. Fruto de uma missão realizada em bairros de Santos e São Vicente no dia 11 de fevereiro, o "Relatório de Monitoramento de Violação de Direitos Humanos na Baixada Santista durante a segunda fase da Operação Escudo" sistematiza as irregularidades da operação, que incluem homicídios e abordagens violentas, trazendo relatos de vítimas e orientações para que a ação dos agentes policiais em áreas vulneráveis seja executada de forma a garantir o respeito aos direitos fundamentais.

1.jpg

Direitos Sexuais e Reprodutivos

O Que Você Tem a Ver com Isso?

A presente cartilha foi desenvolvida a partir do projeto “Construindo uma nova narrativa com jovens mães moradoras do Capão Redondo: empoderamento, ação comunitária e educação em Direitos Sexuais e Reprodutivos”, realizado no Jardim Macedônia, distrito do Capão Redondo, pelo CDHEP – Centro de Direitos Humanos e Educação Popular do Campo Limpo e subsidiado pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres do Governo Federal.

2.jpg

Sujeitos, Frutos e Percursos

Projeto Jovens Facilitadores de Práticas Restaurativas

Esta cartilha tem por objetivo apresentar o lindo caminho percorrido por diversas pessoas que buscaram não só entender os mecanismos e efeitos da reprodução da violência, como também contribuir com seu rompimento, percurso este vivido coletiva e intensamente. Em cada encontro, cada conflito, cada história e dor partilhada pudemos aprender algo mais sobre as diversas formas de violência e perceber como estas nos afetaram.

3.jpg

Justiça Restaurativa Juvenil

Reconhecer, Responsabilizar-se, Restaurar

Disponibilizamos o processo e os resultados desta experimentação, principalmente, para gestores públicos, operadores do direito, técnicos das Varas de Infância e Juventude e da Medida Socioeducativa, assim como para os responsáveis pela rede de proteção, interessados nas possibilidades de intervenções alternativas. Por meio da utilização de metodologias restaurativas, o projeto apresenta novidades na intervenção, para que o jovem assuma a responsabilidade pelo seu ato e o dano seja restaurado, assim como as relações entre os jovens, seus familiares e suas comunidades.

4.jpg

Tecendo Redes de Cuidados

Fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente e Práticas de Justiça Restaurativa

Esta publicação compila o trabalho desenvolvido no Projeto Tecendo Redes de Cuidados: Fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente e Práticas de Justiça Restaurativa, subsidiado pela Secretaria de Direitos Humanos, que conecta duas temáticas: a Articulação em Rede e a Capacitação em Práticas de Justiça Restaurativa.

5.jpg

Justiça Restaurativa na Perspectiva de Organizações Comunitárias

O Professor Ivo Aertsen é um dos maiores especialistas em Justiça Restaurativa da Europa. Como Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Louvania / Bélgica, desenvolveu inúmeros projetos de pesquisa e colaborou diretamente para a elaboração da lei belga que regulamenta a justiça restaurativa no país (em vigor desde 2005). No dia 11 de abril de 2018, o Professor Ivo esteve no Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Limpo - CDHEP, São Paulo Brasil, onde proferiu uma palestra que foi transcrita livremente e convertida em texto publicado com autorização do palestrante.

6.jpg

O pensamento de Paulo Freire como matriz integradora de práticas educativas no meio popular

Ciclo de seminários organizado pela Rede de Educação Popular de São Paulo

O pensamento de Paulo Freire como matriz integradora de práticas educativas no meio popular. Este é o nome do ciclo de seminários que celebra dez anos de ausência/ presença de Paulo Freire. Tratando-se de Paulo, a ausência só poderia estar prenhe de vida, reinvenções e compromisso com os “esfarrapados desta terra”

7.jpg

Manual sobre Programas
de Justiça Restaurativa

Série de Manuais da Justiça Criminal

Esta publicação integra o projeto Rede Justiça Restaurativa, iniciado pelo programa em março de 2020 para fortalecer a Política Nacional de Justiça Restaurativa no âmbito do Poder Judiciário (Resolução 225/2016), a partir de parceria desenvolvida com o Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Limpo (CDHEP). As ações resultaram na adesão de novos tribunais à prática, em consoante apoio às diretrizes e ao trabalho já realizado pelo Comitê Gestor de Justiça Restaurativa do CNJ.

8.jpg

Paulo Freire Vive!

Campanha Latino-Americana e Caribenha em Defesa do Legado de Paulo Freire

O ano de 2021 teve como evento especial no Brasil, na América Latina e no mundo, a comemoração do Centenário do nascimento de Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira e inspirador de milhares de experiências e propostas de Educação Popular que se realizam em todos os cantos de nossos países por mais de cinquenta anos.

9.jpg

Projeto Rede Justiça Restaurativa:

Possibilidades e práticas nos sistemas criminal e socioeducativo

Este produto integra o projeto Rede Justiça Restaurativa, iniciado pelo programa em março de 2020 para fortalecer a Política Nacional de Justiça Restaurativa no âmbito do Poder Judiciário (Resolução 225/2016). As ações resultaram na adesão de novos tribunais à prática, em apoio ao trabalho já realizado pelo Comitê Gestor de Justiça Restaurativa do CNJ.

logo-home.png
bottom of page