top of page
  • comunicacao6949

POESIA


Por Sabrina Stanzani

Sou séria, sou anarquista…

Sou menina, sou mulher…

Sou o que me der na telha…

Eu sou de todas as cores, de todos os sons, de todas as dores, de todos os tons…

Sou água, terra, fogo e ar…

Sou a inércia e o caminhar…

Sou brisa, sou tempestade…

Sou mentira, sou verdade…

Sou lua minguante, sou lua cheia…

Sou pegadas na areia…

Sou a rosa e o espinho…

Sou afeto e sou carinho…

Sou sol, sou maresia…

Sou barulho, sou melodia…

Sou razão, sou sentimento…

Sou a eternidade e o momento…

Sou matéria, sou espírito…

Sou a doença e o antídoto…

Sou séria, sou anarquista…

Sou menina, sou mulher…

Sou o que me der na telha…

Sou o que você quiser…

Só não imutável, nem uma tediosa mesmice…

Eu não sou mais eu… Eu sou apenas eu…

E mesmo assim, imperfeita, já me dou por satisfeita…

3 visualizações0 comentário

댓글


Receba novidades por email

Obrigado pelo envio!

logo-home.png
bottom of page